Rotina, ritmo e rituais. Como deve ser o dia do bebê?

Rotina, ritmo e rituais. Como deve ser o dia do bebê?

A rotina estabelece o ritmo do dia, um fio condutor composto por uma sequência de eventos que respeitam as necessidades do seu bebê e o prepara para os eventos que virão a seguir.

A rotina de um bebê recém-nascido é bem diferente da rotina de um bebê de 12 meses, por exemplo. Isso porque, nos primeiros meses de vida, o bebê não é capaz de seguir uma rotina da forma como entendemos. Ele ainda é muito novinho para isso! Ele segue a “rotina dele”, respeitando sempre suas necessidades de fome e descanso. É apenas depois da oitava semana de vida que podemos perceber um padrão no soninho do bebê e começar a orientar o sono e as sonecas. Veja, ainda aqui será apenas uma orientação!

O mais importante nesses momentos de descanso é garantir que seu bebê esteja seguro. Segurança nessa idade, quer dizer aproximação! Sim, seu calor, sua voz, os hormônios que seu corpo liberará no ambiente serão capitados pelo seu bebê e isso o ajudará a se sentir mais seguro. É possível que seu pequeno precise da proximidade para construir essa segurança. Nesse caso, o colo será seu melhor aliado! Use e abuse dos carregadores seguros para a idade.

O respeito às necessidades do seu bebê (colo, sono, alimentação e carinho) durante o dia garantirá a ele segurança. A repetição das principais situações da rotina, possibilitará a formação de hábitos por ações repetitivas. Mas lembre-se: Rotina não é cronograma! É apenas uma sequência de eventos que se repetem no decorrer dos dias. Bebês a partir de 4 meses se beneficiam em seguir uma rotina estruturada (mas não rígida) para se sentirem seguros e tranquilos no seu ambiente. A partir do terceiro mês de vida já é possível observar um ritmo natural do bebê e avaliar como será sua rotina.

O ritual é uma sequência de eventos que devem ser repetidos sempre da mesma forma. Os rituais ajudam seu bebê a reconhecer a chegada de momentos importantes do dia, como a alimentação, banho e hora das sonecas/sono noturno. O ritual deve ser natural e fácil de ser aplicado por você ou por outro cuidador. Para que a rotina seja absorvida, é fundamental seguir horários aproximados e a sequência das atividades.

O ritmo do dia deve ser observado com carinho, respeitando os momentos de expansão (passeios, brincadeiras, exploração) e concentração (relaxamento e descanso). Esses momentos podem ser entendidos como ”brincar fora” e “brincar dentro”.

A rotina estabelece o ritmo do dia, um fio condutor composto por uma sequência de eventos que respeitam as necessidades do seu bebê e o prepara para os eventos que virão a seguir.

A rotina de um bebê recém-nascido é bem diferente da rotina de um bebê de 12 meses, por exemplo. Isso porque, nos primeiros meses de vida, o bebê não é capaz de seguir uma rotina da forma como entendemos. Ele ainda é muito novinho para isso! Ele segue a “rotina dele”, respeitando sempre suas necessidades de fome e descanso. É apenas depois da oitava semana de vida que podemos perceber um padrão no soninho do bebê e começar a orientar o sono e as sonecas. Veja, ainda aqui será apenas uma orientação!

O mais importante nesses momentos de descanso é garantir que seu bebê esteja seguro. Segurança nessa idade, quer dizer aproximação! Sim, seu calor, sua voz, os hormônios que seu corpo liberará no ambiente serão capitados pelo seu bebê e isso o ajudará a se sentir mais seguro. É possível que seu pequeno precise da proximidade para construir essa segurança. Nesse caso, o colo será seu melhor aliado! Use e abuse dos carregadores seguros para a idade.

O respeito às necessidades do seu bebê (colo, sono, alimentação e carinho) durante o dia garantirá a ele segurança. A repetição das principais situações da rotina, possibilitará a formação de hábitos por ações repetitivas. Mas lembre-se: Rotina não é cronograma! É apenas uma sequência de eventos que se repetem no decorrer dos dias. Bebês a partir de 4 meses se beneficiam em seguir uma rotina estruturada (mas não rígida) para se sentirem seguros e tranquilos no seu ambiente. A partir do terceiro mês de vida já é possível observar um ritmo natural do bebê e avaliar como será sua rotina.

O ritual é uma sequência de eventos que devem ser repetidos sempre da mesma forma. Os rituais ajudam seu bebê a reconhecer a chegada de momentos importantes do dia, como a alimentação, banho e hora das sonecas/sono noturno. O ritual deve ser natural e fácil de ser aplicado por você ou por outro cuidador. Para que a rotina seja absorvida, é fundamental seguir horários aproximados e a sequência das atividades.

O ritmo do dia deve ser observado com carinho, respeitando os momentos de expansão (passeios, brincadeiras, exploração) e concentração (relaxamento e descanso). Esses momentos podem ser entendidos como ”brincar fora” e “brincar dentro”.

Se tiver dúvidas, envie uma mensagem. Será um prazer ajudar!

Se tiver dúvidas, envie uma mensagem. Será um prazer ajudar!

Nos acompanhe pelo blog e redes sociais e veja muitas dicas importantes para o seu dia a dia. Estamos juntos para descomplicar o seu dia a dia, trazendo desenvolvimento saudável, diversão, disciplina e desmistificando a primeira infância.

Participe do nosso canal

Receba muito conhecimento, acolhimento e transformação, descomplicando o dia a dia na primeira infância direto no seu Telegram.

Sem Comentários

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será exibido.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.