Como acalmar o bebê – parte 1

Como acalmar o bebê – parte 1

Técnica dos 5 “S”

Antes de iniciarmos é importante dizer que o choro é uma forma de comunicação e liberação de estresse. É o primeiro mecanismo usado pelo bebê para chamar a atenção do seu cuidador. Esse mecanismo é tão importante, que o recém-nascido tem a capacidade de chorar desde o momento que nasce.

O choro pode significar muitas coisas e é preciso olhar para seu bebê com amorosidade, se conectar com ele e entender a causa. Desconfortos como fralda suja, frio, calor, gases, roupas, fome, podem ser resolvidos facilmente e seu bebê logo estará bem novamente. Mas quando o choro persiste, é possível ajudá-lo produzindo sensações que acalmam.

O Dr. Harvey Karp, pediatra americano, acredita que nascemos 3 meses antes do tempo e por isso, ainda imaturos. A falta do quarto trimestre, segundo ele, faz com que o bebê se pareça mais com um feto do que com um bebê propriamente dito, necessitando ter por mais três meses sensações que reproduzam as condições do útero. Nesse período, conhecido como exterogestação, o aconchego é a principal peça para que as crianças tenham um desenvolvimento saudável e uma boa noite de sono.

Mas como oferecer esse aconchego e reproduzir as condições do útero? Como acalmar nosso bebê?

O Dr. Karp nos apresenta 5 passos que devem ser usados juntos para ativar o “reflexo de calma”, responsável por restabelecer a calma e interromper o choro do bebê. Cada etapa individualmente também pode ser eficaz para um bebê pouco choroso.

Etapa 1 – Swaddle: Envolver o bebê bem apertadinho pode ajudar o bebê a recordar a sensação de estar no útero novamente

Etapa 2 – Side position: Colocar o bebê de lado no antebraço do cuidador, preferencialmente do lado esquerdo, ajuda a eliminar os gases

Etapa 3 – Shush: Fazer o barulho Shiiiiiiiii. Esse barulhinho lembra o som da artéria aorta que na sua porção abdominal está bem próxima ao útero gravídico. Ele pode ser feito pelo cuidador ou por outra fonte

Etapa 4 – Swing: Balançar em movimentos ritmados, repetidos e suaves na vertical, como se fosse o balanço no ventre. Esse movimento aciona alguns sensores labirínticos (no ouvido) e ajuda a ativar o reflexo calmante

Etapa 5 – Suck: O bebê suga para se alimentar, mas também para se acalmar. A sucção auxilia a diminuir o estresse e a liberação de analgésicos naturais pelo corpo.

São 5 passos simples que podem trazer uma grande transformação para o seu dia a dia. E não tenha medo de responder ao chamado do seu bebê por achar que assim irá mimá-lo ou o deixará mal acostumado. Bebês pequenos ainda não desenvolveram esse desejo de “manipular” o adulto! Evitar que seu filho se torne um “manipulador” será importante após o sexto mês de vida, quando ele começa a observar as relações e aprender com o que vê. Até lá, atenda aos chamados dele e mostre que você estará ao seu lado sempre que ele precisar.

Participe do nosso canal

Receba muito conhecimento, acolhimento e transformação, descomplicando o dia a dia na primeira infância direto no seu Telegram.

Sem Comentários

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será exibido.